PROLACTINOMA 2018-10-18T15:09:06+00:00

PROLACTINOMA

O prolactinoma consiste num adenoma hipofisário produtor de prolactina, levando a concentrações elevadas deste hormônio no sangue.

EXCESSO DE PROLACTINA

O prolactinoma consiste num adenoma hipofisário produtor de prolactinaque leva a concentrações elevadas deste hormônio no sangue. Nem sempre a presença altos níveis de prolactina significa a presença de um prolactinoma.

Níveis pouco elevados (menores que 100 ng/dL) podem ser causados por situações simples como estresse, depressão ou uso de medicamentos como anti-concepcionais ou medicamentos para enjoo.

No entanto, quando os valores estão mais elevados a possibilidade de um prolactinoma fica mais forte.

O sintomas decorrentes do excesso deste hormônio são: alterações no ciclo menstrual, baixa de libido, saída de leite pelo peito (galactorréia) e com o passar do tempo, uma maior tendência para osteoporose devido ao bloqueio da produção dos hormônios sexuais (estradiol ou testosterona, a depender do gênero do paciente).

O tratamento mais comum para estes nódulos é o uso de medicamentos (da família dos agonistas dopaminérgicos) sendo a cirurgia reservado para casos especiais.